E-commerces de vinho: que mercado é esse?

Marco Antonio Carbonari
Marco Antonio Carbonari

A pandemia de covid-19 mudou o cenário mundial e com os vinhos não seria diferente, salienta o empresário Marco Antônio Carbonari, empreendedor no mercado de vinhos. Convidamos Marco para falar sobre o delivery de vinhos que possui alta crescente nos últimos meses. Saiba mais sobre esse tema e termine de ler a matéria comprando um vinho pela internet. 

A pandemia de covid19 fez com que inúmeras atividades migrassem para o âmbito digital. Profissionais de diversas áreas e alunos realizaram atividades de forma remota. Desse modo, o empresário Marco Antônio Carbonari explica que as pessoas que apreciam vinho assim como ele, sem poderem sair, ir a restaurantes e adegas, tiveram de adaptar seu hobbie para casa.

Desse modo, um mercado que já vinha crescendo antes da pandemia, bombou. Delivery de bebidas, clubes de assinatura de vinho e os chamados e-commerces supriram boa parte da demanda do mercado de vinhos em diversas regiões do mundo.

Marco Antônio Carbonari explica que, dessa maneira, as pessoas recebiam os rótulos em casa, não se expondo a nenhum risco de contaminação e ainda assim apreciando e saboreando deliciosas bebidas. Continuamente, o empresário salienta que os e-commerces de vinho, com certeza, vieram para ficar.

O empresário Marco Antônio Carbonari diz que os números e métricas mostram isso. O Brasil é considerado o terceiro maior consumidor de vinhos do mundo, perdendo apenas para China e Estados Unidos. Desse modo, o amplo e a alta do consumo do vinho transformou em negócios vantajosos todos que atuassem. 

A logística do vinho necessita ser feita de forma meticulosa em razão da delicadeza das propriedades do vinho, por isso, Marco Antônio Carbonari ainda ressalta que o mercado de vinhos abarca diferentes frentes e setores na sociedade, sendo um mercado rentável e bastante pungente. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui