Entenda a foliculite e conheça alguns cuidados na hora de depilação

A foliculite é muito comum, trata-se de uma infecção na pele a partir dos folículos pilosos. Partindo deste princípio, a fashionista Deise Zuqui, apaixonada pelo mundo da beleza, dá dicas em como evitar essa condição, contudo, vale a pena ressaltar a importância de consultar um dermatologista: “são apenas dicas de uma mulher vaidosa, eu vou ao dermatologista pelo menos uma vez ao mês.”

A foliculite aqui citada, ocasiona bolinhas vermelhas pela pele do corpo, elas surgem através de pelos encravados ou por meio de uma lesão, bem como por infecção ou vírus, sendo comum o surgimento em axilas, virilhas e coxas e barba, esses pontinhos coçam e causam um desconforto enorme. 

A depilação a cera e na lâmina é um dos maiores motivos do surgimento da foliculite, sabendo disso, Deise Zuqui separou algumas dicas, todas ancoradas em estudos dermatológicos e disponíveis no site da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Confira:

Em primeiro lugar, é importante manter a pele sempre limpa a fim de evitar bactérias, livre de lesões ou irritações ajuda na prevenção da foliculite. Contudo, é preciso ter cautela, pois se houver uma rotina muito incisiva de limpeza da pele, utilizando antissépticos fortes, por exemplo, culminam em uma pele seca e sem sua barreira de proteção natural: às bactérias de proteção.

Além disso, mantenha uma pele sempre hidratada, a hidratação ajuda a manter a hidratação da pele. Sempre use loção para depilar, pode ser um condicionador ou um sabão, o que é necessário é lubrificar essas áreas para diminuir ao máximo o atrito entre a lâmina e a pele.

Se não tiver maneiras possíveis de evitar a foliculite, a única maneira possível para acabar de vez com o problema é realizar o procedimento de depilação a laser, ressalta Deise Zuqui. Por fim, para os homens que sofrem após depilar a barba, recomenda-se tirá-la com um barbeador elétrico e não com lâminas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui