Onde será a Copa do Mundo em 2022?

Marcio Alario Esteves
Marcio Alario Esteves

A Copa do Mundo é um evento mundial que move paixões intensas, o torcedor fanático, Marcio Alario Esteves, é apaixonado por futebol e está ansioso para o evento que ocorrerá no próximo ano. “Espero que a população esteja vacinada para que possamos comemorar em grande festa a Copa do Mundo em 2022”, afirma Marcio Alario Esteves.

O evento ocorrerá no Catar, país do Oriente Médio que possui o terceiro melhor IDH da região. É considerado um país desenvolvido e está a todo o vapor para sediar a Copa do Mundo. O empresário Marcio Alario Esteves fala que o Catar conta com estádios arrojados, o país irá implementar uma estrutura de ar condicionado moderníssima nas arenas.

Além disso, possui uma cultura riquíssima e diversidade étnica, sendo composta, majoritariamente, por árabes, apresentando o valor de 40%. A etnia paquistanes e indiano apresentam, ambos, o valor de 18%, enquanto os iranianos 10%, dentre outros 14% que aglutinam o restante do índice.

Além disso, possui a terceira maior reserva de gás natural e petróleo de todo o mundo, sendo assim, sua economia é uma das maiores do Oriente Médio e do mundo, explica Marcio Alario Esteves. O país de primeiro mundo irá oferecer grande estrutura para sediar os jogos do maior evento de futebol, pois investiram firmemente na estrutura, logística e modernidade, complementa

“Os estádios já estão quase todos prontos, um, em especial, já finalizado: o Estádio Internacional Khalifa, localizado na capital Doha”, enfatiza Marcio Alario Esteves. Possui muita modernidade e luxo em sua composição. A estrutura e organização que o país está investindo é de impressionar.

Além disso, o país conta com um sistema de gestão da pandemia de Covid-19, emitem alertas e impossibilitam a passagem de pessoas que estão com sintomas da doença, comenta Marcio Alario Esteves. O aplicativo estabelece bases e critérios que determinam se o indivíduo está apto a conviver em sociedade ou não, pois a partir dele é possível ter uma base se está infectado ou não.

“As autoridades investem firme na contenção e monitoramento da doença”, narra Marcio Alario Esteves. Dessa maneira, esperam receber as pessoas em condições melhores. Vale ressaltar que por esse motivo as barreiras sanitárias serão criteriosas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui