Quais alimentos são recomendados para quem tem pedra nos rins?

Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes
Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes

O Doutor Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes é médico urologista, graduado pela UFRJ, Universidade Federal do Rio de Janeiro, bem como é mestre e doutor pela UNIFESP, Universidade Federal de São Paulo. Atualmente, possui enfoque em prostatectomia robótica para tratar o câncer de próstata, configurando em uma cirurgia minimamente invasiva. Dessa maneira, com mais de 20 anos de experiência na área, o especialista fala à nossa redação sobre alimentos que podem ajudar pessoas que têm pedra nos rins.

As pedras nos rins são aglomerados decorrentes de uma cristalização de sais minerais que estão contidos na urina, dessa maneira, eles se aglutinam e formam espécies de pedras dentro dos rins, causando, muitas vezes, dores e incômodos ao paciente, sendo necessária a realização de procedimentos cirúrgicos em casos mais graves.

Em primeiro lugar, a se referir da dieta para quem possui pedra nos rins, é imprescindível que a ingestão de água seja abundante. Além disso, o consumo de água precisa ser feito de forma constante ao longo do dia, enfatiza o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes. Quanto mais líquido, maior será o volume de urina e com isso maior será a diluição desses elementos.

Dessa maneira, a alimentação é de suma importância para o funcionamento do organismo. O que ingerimos reflete no andamento e funcionalidade do corpo, portanto, é necessário manter uma dieta saudável e equilibrada para alcançar qualidade de vida e saúde.

O médico Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes fala que os estudos revelam que pessoas que apresentam uma dieta rica em potássio, possuem menos chances de desenvolver os cálculos renais. O que ocorre é que essa substância cria uma camada protetora contra essa formação, impedindo, dessa forma, o surgimento desses cristais.

Além disso, é importante tomar cuidado com o excesso de sal e proteínas, pois o sal possibilita a deposição de sais no organismo e as proteínas aumentam a produção de ácido úrico, sendo dois fatores que culminam para a produção dos cálculos renais. Outro ponto importante é evitar alimentos ricos em oxalato, pois é uma substância que atua diretamente na produção das pedras nos rins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui