Saiba como identificar e evitar que seu vinho estrague

É possível que já tenha acontecido com algum de vocês: provar um vinho e ter a nítida impressão de estar estragado ou com sabor muito desagradável, como o de vinagre. Marco Antonio Carbonari, dono da vinícola Villa Santa Maria, explica que o vinho é composto por elementos vivos, por isso podem sofrer alterações a qualquer momento e acabar estragando.

Os grãos de uva se transformam em suco, o suco se transforma em vinho e o vinho em vinagre. É um processo natural. Desde a ação das leveduras, que convertem o açúcar de cada tipo de grão de uva em álcool, até a ação da oxigenação, é formado o ácido acético (vinagre), graças à ação das bactérias.

Então, após abrir uma garrafa de vinho e não vedá-la corretamente, a bebida ficará “passada”, com aromas deteriorados. Há uma enormidade de fatores que contribuem para isso, mas a questão da duração está diretamente ligada à oxidação, como vimos acima. Marco Antonio Carbonari explica que o maior problema não é a quantidade de ar que entra entre o líquido e o gargalo da garrafa após a abertura da garrafa, mas a quantidade de oxigênio que o vinho absorve desde que a garrafa é aberta. Portanto, em geral, diz-se que uma garrafa que é aberta e armazenada sem qualquer restrição de exposição ao oxigênio pode ser armazenada na geladeira por até dois dias, se abrindo recorrentemente é mais rápido ainda, não importando o tipo de vinho.

Logo, para melhor preservar todos os vinhos (mesmo os mais jovens) e não correr riscos desnecessários, felizmente, é imprescindível ter equipamentos – hoje fáceis de encontrar. Marco Antonio Carbonari diz que é conhecido como “salva-vinho” ou “vacuvin”, e é constituído por um conjunto de uma rolha de borracha e uma bomba que, quando instalada na rolha de cortiça, a bomba funciona sugando o ar que ocupa o espaço vazio da garrafa.

Desta forma, o processo de oxidação é relativamente lento, porém, não pode ser interrompido completamente, então o vinho pode ficar alguns dias na porta da geladeira, lembrando sempre que por pouco tempo, para não correr o risco de oxidar e virar vinagre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui