Livro retrata os novos paradoxos à mesa

Paixões gastronômicas que culminam em desastres ambientais; soluções padronizadas e baratas que ajudam a matar a fome e a própria saúde; embates acirrados entre alimentos “de verdade”, cultivados perto de casa, e aqueles criados em laboratório: esses são alguns dos fenômenos captados e discutidos pelo jornalista Rafael Tonon em As Revoluções da Comida (Editora Todavia).

Expert em gastronomia, ele viajou o mundo e, a partir de experiências que não se restringem a pratos e talheres, compartilha histórias, ideias e desafios que cercam o onipresente ato de comer.

Sem pender para interpretações maniqueístas, Tonon mostra que o presente e o futuro da comida passam por contradições e uma ressignificação da cadeia alimentar, em que mudanças e impasses ambientais e nutricionais convivem com a vontade (ou a necessidade) de manter o prazer à mesa.

<span class="hidden">–</span>Foto: Todavia/Divulgação

As Revoluções da Comida
Autor: Rafael Tonon
Editora: Todavia
Páginas: 160

Antíteses no prato

Jornalista disseca fenômenos que vão do campo à cozinha dos chefs:

Comida de verdade 

A expressão, que não é unânime, se refere a refeições mais naturais e menos industrializadas, o que seria positivo à saúde e ao meio ambiente.

X

Menu de laboratório

Carnes e outros produtos concebidos por cientistas são cada vez mais uma realidade. A ideia é que sejam mais nutritivos e acessíveis.

Fast-food

Empresas como o McDonald’s globalizaram a alimentação com lanches rápidos e mais em conta.

X

Slow food

Nascido na Itália, o movimento prega um olhar mais detido e reflexivo em tudo que envolve a cultura alimentar.

Ingredientes que vêm de longe

O tomate é um case para debater a noção de distância no universo da cozinha. Muitos molhos vêm de frutos asiáticos, enlatados na Itália.

X

Cultivo no quintal ou na vizinhança

Terras italianas também abrigam o movimento “km 0”, em que chefs e comensais priorizam itens produzidos em casa — ou perto dela.

Prazer ao comer

Degustar uma boa refeição (no lar ou no restaurante) é uma experiência sensitiva e social que nutre o corpo e a mente.

X

Compromisso com o ambiente

Pensar na origem do prato e no custo da comida para o ambiente e os animais é uma tendência irrefreável nas escolhas à mesa.